Cloud Application Manager

Guia de Serviços

Atualizado em 8 de maio de 2018


Descrição do Produto — Visão Geral

O Cloud Application Manager permite que as organizações façam mais com suas nuvens, impulsionando a colaboração entre as esferas de influência na área de TI corporativa – Desenvolvedores, Operações de TI e Finanças – em um espaço de trabalho de equipe comum, onde se concentram na modelagem das cargas de trabalho, as gerenciam durante seu ciclo de vida e otimizam custos para cada iniciativa de negócios.

A partir de uma única plataforma, um serviço gerenciado automatizado e definido por software pode automaticamente configurar, implementar, escalar ou atualizar aplicativos novos e atuais para ambientes públicos, privados e de TI híbrida, rastrear aplicativos e cargas de trabalho, e certos serviços de nuvem pública podem ser comprados e consumidos dentro da plataforma. Ao se inscrever para receber o suporte da CenturyLink, os usuários podem se beneficiar dos especialistas da CenturyLink para monitorar e gerenciar a integridade e a estabilidade das cargas de trabalho.

O Cloud Application Manager oferece duas camadas de suporte. Todos os Clientes recebem o Suporte de Consultoria à Plataforma básico. Os Clientes podem escolher Managed Services Anywhere (“MAS”) – Serviços Gerenciados em Qualquer Lugar – para cada conta de Provedor Suportado (veja seção abaixo). Cada camada de suporte está descrita em mais detalhes nas Seções A e B abaixo.

As principais capacidades do Cloud Application Manager estão focadas em:

  • Managed Services Anywhere (Serviços Gerenciados em Qualquer Lugar): Escolha ter a CenturyLink como gestora dos Provedores Suportados dos Clientes. Isso inclui a gestão de cargas de trabalho, monitoramento, patching (atualizações), provisionamento, suporte em grau corporativo, remediação e muito mais. O serviço MSA pode também ser utilizado com Buy-Your-Own- Cloud (BYOC) – Compre sua Própria Nuvem.
  • Suporte de Consultoria à Plataforma: Orientações em nível de consultoria padrão e conselhos sobre melhores práticas para os serviços sendo consumidos através do Provedor Suportado, incluindo a plataforma nativa de orquestração e gerenciamento.

Edições do Produto

O Cloud Application Manager tem duas versões comerciais disponíveis. O Cloud Application Manager não está disponível para qualquer cliente do setor público (ex.: federal, estadual, local ou educação) que requeira FISMA ou qualquer outro nível de segurança mais alto ou exigências regulatórias. Por favor, revise a matriz de disponibilidade do setor para mais detalhes.

  • Edição de Nuvem — uma experiência SaaS que é acessada em [cam.ctl.io](https://cam.ctl.io/login)
  • Edição de Data Center — um equipamento virtual que roda nas instalações do data center do Cliente ou em qualquer outra localidade, incluindo ambientes de nuvem pública. A camada de suporte do Managed Services Anywhere e a característica de Otimização de Nuvem & Analíticas não estão disponíveis na Edição de Data Center.

A. Managed Services Anywhere (MSA) – Serviços Gerenciados em Qualquer Lugar

Esta plataforma automatizada de serviços gerenciados definidos por software, impulsionada por especialistas em nuvem e infraestrutura, fornece uma experiência completa de gestão para ambientes de TI híbridos. O MSA é designado na nuvem ou no nível de conta do provedor da infraestrutura e inclui a gestão de aplicativos ou de cargas de trabalho que rodem na plataforma de nuvem. As características padrão do MSA incluem implementação, configuração, administração, monitoramento, manutenção e suporte para os Provedores Suportados e certos provedores de serviços.

Ao escolher o MSA, o Cliente concorda e deve garantir que têm todas as permissões apropriadas para habilitar a instalação pela CenturyLink de um equipamento de gerenciamento proprietário em cada plataforma/ambiente para o qual o MSA seja selecionado, de forma a permitir que a CenturyLink realize suas obrigações. Os honorários de gestão da CenturyLink não são aplicáveis ao equipamento em si. Além disso, um portal remoto é implementado no equipamento para estabelecer uma conexão segura entre a rede do cliente e a CenturyLink, para acessar remotamente dispositivos gerenciados na rede do cliente. A conexão é monitorada e mantida pela CenturyLink.

A tabela abaixo descreve as funções operacionais padrão do MSA. A CenturyLink se reserva o direito de exigir Serviços Avançados de Gerenciamento (Advanced Managed Services) ou outras atualizações (sujeitas a condições e cobranças adicionais) para qualquer pedido do Cliente que não esteja descrito nas tabelas abaixo ou que sejam de outra forma considerados fora do escopo.

Funções Executadas pela CenturyLink apenas para o MSA

Implementação Habilitar modelagem de aplicativos, cargas de trabalho e serviços de infraestrutura. Isso inclui a verificação da implementação e confirmação da funcionalidade pós-implementação.
Verificar implementação do aplicativo pós-implementação.
Gestão de Configuração Confirmar a instalação inicial e funcionalidade básica do Sistema Operacional (OS), componentes do aplicativo e serviço nativo em nuvem, com base nas melhores práticas recomendadas pela plataforma e pelo provedor.
Efetuar gestão de configuração no dispositivo gerenciado através da funcionalidade de Administração Remota do Cloud Application Manager.
Manter o controle das versões de VMs, aplicativos e serviços implementados.
Administração Remota A CenturyLink efetuará tarefas de administração de sistemas em nome do Cliente.
365X24X7
A CenturyLink manterá acesso de nível de administrador a todas as instâncias dentro do Provedor Suportado gerenciado; sujeito ao Cliente garantir, a qualquer momento, que a CenturyLink tenha as permissões apropriadas.
Cobranças do Provedor Suportado para a VM serão refletidas na fatura de provedor de nuvem do Cliente (ex.: diretamente na fatura com o Provedor Suportado ou através da CenturyLink para Greenfield ou Brownfield).
Acesso remoto a dispositivos gerenciados na rede do cliente através do portal remoto.
Para fornecer tarefas de administração remota efetiva para os Sistemas Operacionais Windows, a CenturyLink estabelecerá um “trust” entre o dispositivo gerenciado do cliente e o domínio do Diretório Ativo da CenturyLink, hospedado no equipamento de administração da CenturyLink.
Patching (Atualização) e Manutenção
AWS e Revenda Azure
Suporta todas as atualizações críticas disponíveis e recomendadas pelo fornecedor. A CenturyLink garante apenas que tais atualizações sejam instaladas. Os Clientes têm controle integral para definir quando e se a CenturyLink deve agendar seus ciclos de atualizações. Os sistemas automatizados da CenturyLink rastreiam o pedido de mudanças, efetuam a gestão da atualização e fornecem relatórios. Isso inclui:
  • Aprovacão e entrega de Pacotes de Serviços, Atualizações Cumulativas e Hotfixes para os serviços rodando no ambiente de Provedores Suportados
  • Rastreamento de sistema automatizado para pedidos de mudança e execução da gestão de atualizações
  • Entrega de relatórios de status
  • Implementação dos lançamentos de atualizações da AWS e Azure

Atividades de Gestão de Mudanças através da avaliação de riscos, procedimentos de provas, métricas de rastreamento durante o progresso, processos de roll-back e validação pós-implementação. Isso inclui o acesso do Cliente a dados sobre mudanças em nível de sistema operacional, conduzidos pela CenturyLink. Tais mudanças são efetuadas em nome do Cliente e estão disponíveis para propósitos de auditoria. Os Clientes são responsáveis por solicitar a implementação do lançamento de atualizações.
Janela de Manutenção: Todos os horários listados em Agendar Janelas de Manutenção estão em horas locais e sujeitos a mudanças.
Access Management
(Gestão de Acesso)
A CenturyLink administra o cumprimento de políticas de usuário, administração e gestão de senhas das contas dos Provedores Suportados configuradas no Cloud Application Manager.
Segurança A CenturyLink protege o OS com proteções antivírus padrão na indústria, incluindo as diretrizes dos Provedores Suportados, atualizações regulares de assinaturas de vírus e malware, e fortalecimento adicional em nível de OS para mitigar os riscos ao ambiente do Provedor Suportado. Isso inclui também permissões e fortalecimento de políticas (veja a seção Permissões e Fortalecimento da Segurança (Hardening)).
Licenciamento A CenturyLink fornecerá suporte para os seguintes tipos de licenças, para instâncias que sejam designadas para o MSA, sujeitas à seção de Permissões e Fortalecimento da Segurança (Hardening), abaixo:
  • Licenças fornecidas pelo cliente, utilizadas e modeladas no Cloud Application Manager.
  • Licenças fornecidas pelos ambientes nativos dos Provedores Suportados.
Monitoramento e Alertas do serviço Watcher (limitados a BYOC, Greenfield ou contas Brownfield existentes para AWS e Azure) O serviço de monitoramento proprietário e desenvolvido pela CenturyLink (Watcher), automaticamente integrado às tecnologias de monitoramento da AWS e Azure, permite monitoramento de host, serviços e aplicativos dos ambientes de nuvem AWS ou Azure do Cliente. O Watcher utiliza um agente inteligente distribuído para todas as VMs gerenciadas. As políticas de monitoramento são configuradas centralmente e mantidas por engenheiros de nuvem certificados, da CenturyLink.
O CenturyLink Watcher utiliza integrações baseadas tanto em agentes quanto em provedores de serviços em nuvem para coletar métricas e gerar alertas.
Uma política de monitoramento integral é aplicada a todas as instâncias gerenciadas.
Políticas de monitoramento configuráveis para definir alertas e notificações baseadas em disparos através de requisições de serviços.
Integração de Change Management (Gestão de Mudanças) para supressão automatizada de alertas durante atividades de manutenção.
Painel do Watcher para visualizar políticas e alertas em todos os dispositivos, aplicativos e serviços gerenciados.
Gráficos com dados de desempenho para todos os dispositivos, aplicativos e serviços gerenciados possibilitam um histórico de tendências e análises, tanto para os clientes de serviços gerenciados quanto para a equipe de operações.
O tempo de retenção do histórico de dados de desempenho é atualmente de 14 dias corridos.
Sobreposições de gráficos de dados para compor e comparar conjuntos de dados diferentes em uma única visualização.

Características Padrão do Cloud Application Manager incluídas no MSA

As seguintes características padrão da plataforma de Cloud Application Manager estão disponíveis e incluídas no serviço MSA padrão (sem custos adicionais). Veja a Descrição de Características em B. Suporte de Consultoria à Plataforma para mais detalhes.

  • Application Lifecycle Management (Gerenciamento de Ciclo de Vida de Aplicativos)
  • Cloud Optimization & Analytics (Otimização em Nuvem & Analíticas)
  • Gerenciamento de Contas Técnicas
  • Excluindo BYOC, faturamento consolidado para Azure e AWS (Greenfield ou Brownfield)

O que está coberto pelo MSA

Provedores Suportados

Managed Services Anywhere está atualmente disponível para as seguintes contas de provedor de serviço em nuvem, que podem ser modificadas ou alteradas periodicamente. Este tipo de suporte pode ser selecionado para cada conta de assinatura individual:

  • CenturyLink Cloud (CLC) — com suporte para Buy-Your-Own-Cloud, BYOC (Compre sua Própria Nuvem). O CLC deve ser comprado separadamente (não pode ser comprado como parte do Cloud Application Manager.
  • CenturyLink Private Cloud em VMware Cloud Foundation — O CLC deve ser comprado separadamente (não pode ser comprado como parte do Cloud Application Manager).
  • Microsoft Azure — com suporte para BYOC, novas contas de revenda Greenfield ou contas Brownfield preexistentes que sejam transferidas para a CenturyLink para a apropriação de faturas.
  • Amazon Web Services (AWS) —com suporte para BYOC, novas contas de revenda Greenfield ou contas Brownfield preexistentes que sejam transferidas para a CenturyLink para apropriação de faturas.

Tecnologias suportadas atualmente pelos Provedores Suportados: AWS e Azure

AWS
Tecnologias Gerenciadas EC2
Direct Connect
S3
Trusted Advisor
ElastiCache
Auto Scale
RDS (MySQL, Oracle, SQL)
Formação em Nuvem
EBS
Cloud Trail
Route 53
OrganizaçõesFerramentas de Gestão
VPC
Cloud Watch
Balanceamento de Carga Elástica
Cert Manager
CloudFront
Serviços de Diretório
IAM
Tecnologias de Consultoria ECS
Batch
Beanstalk
AR & VR Tools
Glacier
Snowmobile
Analytics Tools
Neptune
API Gateway
WAF
Ferramentas de Migração
Ferramentas de Desenvolvimento
Fargate
Lambda
Registro de Containers
Aurora
DynamoDB
RedShift
IoT Tools
Ferramentas de Produtividade de Negócios
Lightsail
Ferramentas de Serviços de Mídia
Ferramentas de Integração de Apps
Portal de Armazenamento
Snowball
Ferramentas de Desenvolvimento de Games
Ferramentas de Desktop/App Streaming
Repositório de Aplicativos sem Servidor
Todas as Ferramentas de Gestão
Microsoft Azure
Tecnologias Gerenciadas Máquinas Virtuais
Balanceador de Cargas
Grupos de Segurança
Interfaces de Rede
Blob Storage
Azure SQL
Scale Sets
Portal VPN
ExpressRoute
Endereços IP
Armazenamento de Arquivos
Armazenamento de Disco
Rede Virtual
Portal de Aplicativos
Portal de Rede Local
Armazenamento de Arquivos
Queue Storage
SQL Server
Tecnologias de Consultoria Serviço de App
Data Lake
Service Fabric
Backup
Ferramentas de Analíticas
MySQL
Table Storage
PostegreSQL
DNS
CDN
Batch
Proteção DDoS
Cosmos DB
Ferramentas IoT
Redis Cache
Data Factory
Ferramentas de Gestão
Ferramentas de Analíticas
Funções
Administrador de Tráfego
Recuperação de Site
SQL Data Warehouse
Todas as Ferramentas de Aprendizado de Equipamentos
Ferramentas de Integração
Ferramentas de Desenvolvimento
Serviços Container Azure

As listas abaixo descrevem as atividades que a CenturyLink executará versus às tecnologias mencionadas acima.

Atividades Gerenciadas versus Tecnologias Gerenciadas observadas acima para AWS e Azure (apenas exemplos; não é uma lista finita)

  • Fazer mudanças de configuração e atualizações
  • Conduzir a remediação de quaisquer problemas levantados por alertas
  • Criar políticas de monitoramento e implementar mudanças de acordo com as solicitações de clientes aprovadas (dentro do limite permitido)
  • Escalonamento prioritário a especialistas certificados da CenturyLink AWS e Azure
  • Orientação e melhores práticas para a arquitetura, segurança e resiliência de contas
  • Fornecer acesso seguro de rede para a administração da CTL
  • Criar e atualizar políticas de implementação
  • Registrar logs de mudanças de infraestrutura da AWS e Azure
  • Fornecer implementação de base
  • Implementar qualquer serviço no Catálogo aplicável ou já modelado de acordo com a ALM, sob demanda (Script e Application Box existentes)
  • Efetuar troubleshooting e resolver problemas de rede e de serviço do AWS e Azure
  • Executar mudanças para a criação, atualização ou eliminação de serviços e aplicativos conforme aprovação do Cliente
  • Notificações de futuras janelas para atualização de serviços
  • Suportar janelas de manutenção definidas pelo cliente (onde isso for suportado)
  • Instalar e configurar equipamento de gestão e scripts para atualizações, segurança, monitoramento, DR/backup, etc. (veja atualizações (patching) na seção de Funções acima)
  • Fornecer resposta, resolução e análise de causa raiz de incidentes

Atividades de Consultoria versus Tecnologias de Consultoria observadas acima para AWS e Azure (apenas exemplos; não é uma lista finita)

  • Acesso ao Suporte de Operações Globais
  • Alertas e notificações de monitoramento através do Watcher
  • Investigue alertas para a notificação de incidentes
  • Melhores práticas gerais e melhores esforços de troubleshooting
  • Notificação de futuras janelas de atualização de serviços (avisadas por AWS ou Azure)
  • Notifique incidentes proativamente
  • Forneça recursos aos clientes através de artigos de conhecimento de base e recursos de fornecedores

A lista abaixo fornece exemplos de alguns pedidos de Clientes que exigiriam Serviços Gerenciados Avançados (sujeitos a condições e custos adicionais). Solicitações que Requerem Atualizações aos Serviços Gerenciados Avançados (Advanced Managed Services)

  • Criar, construir e implementar novos Script e Application Boxes diferentes dos serviços AWS e Azure
  • Preparar templates e associações (bindings) customizados para serviços multicamadas AWS Cloud Formation e Azure Resource Manager (ARM)
  • Executar pedidos de mudança fora do padrão (ex.: mudanças de políticas, configuração de apps, etc.)
  • Conduzir qualquer das atividades “Gerenciadas” ao invés das tecnologias de “Consultoria”

Tecnologias atualmente suportadas por Provedores Suportados: CenturyLink Private Cloud em VMware Cloud Foundation e CenturyLink Cloud

CenturyLink Private Cloud em VMware Cloud FoundationM
Tecnologias Gerenciadas Portal Edge (Edge Gateway)
Características do serviço VMware vCloud Director
Tecnologias de Consultoria Qualquer aplicativo ou carga de trabalho gerenciados pelo vCloud Director
Operações de VMware vRealize
CenturyLink Cloud (CLC)
  Servidores em Nuvem Serviços Gerenciados na CLC
Tecnologias Gerenciadas Microsoft Windows Server
Red Hat Enterprise Linux
Apache
Tomcat
IIS
SQLM
MySQL
Tecnologias de Consultoria Outros Servidores em Nuvem
Firewalls
Big Data
Armazenamento de Objetos
Manuais de Operação
Networking
Esquemas de Nuvem (Cloud Blueprints)
Outros Serviços de Aplicativos
Tecnologia de Mercado

As listas abaixo descrevem as atividades que a CenturyLink efetuará versus as tecnologias observadas acima.

Atividades Gerenciadas versus Tecnologias Gerenciadas observadas acima para CenturyLink Private Cloud em Vmware Cloud Foundation e CenturyLink Cloud.

  • Fazer mudanças de configuração e atualizações diferentes do VCloud Director e suportadas pelas cargas de trabalho do CLC Managed Services
  • Conduzir remediação de problemas levantados por alertas
  • Criar políticas de monitoramento e implementar mudanças de acordo com solicitações de aprovadas de clientes (dentro do limite permitido)
  • Escalonamento prioritário a especialistas da CenturyLink
  • Orientação e melhores práticas para arquitetura de conta, segurança e resiliência
  • Fornecer ao ambiente acesso seguro de rede através da VPN, para administração pela CenturyLink
  • Fornecer políticas de implementação de base
  • Criar e atualizar políticas de implementação
  • Implementr qualquer serviço no Catálogo aplicável ou já modelado no ALM, sob demanda (Script e Application Box existentes)
  • Fazer troubleshooting e resolver problemas de serviços na CenturyLink Private Cloud em VMware Cloud Foundation
  • Executar mudanças para criar, atualizar ou deletar, segundo aprovação do Cliente
  • Suportar janelas de manutenção definidas pelo cliente (onde houver suporte)
  • Suportar o licenciamento de OS entregue pela CenturyLink
  • Instalar e configurar equipamento de gestão e scripts para patching, segurança, monitoramento, DR/backup, etc. (veja ‘patching’ na seção de Funções, acima)
  • Fornecer resposta, resolução e análise de causa raiz de incidentes

Atividades de Consultoria versus Tecnologias de Consultoria observadas acima para a CenturyLink Private Cloud em Vmware Cloud Foundation e CenturyLink Cloud.

  • Acesso ao Suporte Global de Operações
  • Melhores práticas gerais e melhores esforços para troubleshooting
  • Fornecer recursos ao cliente através de artigos de conhecimento de base e recursos do fornecedor

A lista abaixo fornece exemplos de algumas das solicitações de Clientes que exigiriam Serviços Gerenciados Avançados (sujeitos a condições e custos adicionais).

Solicitações que Requerem Atualizações aos Serviços Gerenciados Avançados (Advanced Managed Services).

  • Criar, construir e implementar novos Scripts e Application Boxes, diferentes do CenturyLink Private Cloud em Vmware Cloud Foundation e serviços CLC
  • Escrever templates customizados e associações (bindings) integradas
  • Fornecer licenciamento da CenturyLink para o CenturyLink Private Cloud em VMware Cloud Foundation e CLC
  • Suporte na prática para o Bring-Your-Own-Licensing (Traga seu Próprio Licenciamento)
  • Facilitar discussões profundas de arquitetura para garantir soluções que sejam projetadas para a implementação na nuvem
  • Integração de aplicativos com serviços e tecnologias nativos VMware
  • Executar pedidos de mudanças fora do padrão (ex.: mudanças de políticas, configuração de apps)
  • Conduzir qualquer atividade “Gerenciada” ao invés das tecnologias de "Consultoria"

Aplicativos e Bancos de Dados atualmente suportados para todos os Provedores Suportados atuais

Abaixo está uma lista de aplicativos cobertos pelo Managed Services Anywhere, residindo nas plataformas de Provedores Suportados, desde que o aplicativo esteja rodando na plataforma de qualquer Provedor Suportado.

Tecnologias Gerenciadas Microsoft IIS
SQL
Tomcat
MySQL
Apache
Tecnologias de Consultoria (ex. apps) Oracle SAP Containers
Kubernetes
JBoss
Outras Tecnologias de Código Aberto (Open Source)
Node.js
Qualquer outra tecnologia,
aplicativo, serviço, idioma

Atividades Gerenciadas versus Tecnologias Gerenciadas acima, para Aplicativos e Bancos de Dados

  • Efetuar mudanças de configuração e atualizações
  • Conduzir a remediação de quaisquer problemas levantados pelos alertas
  • Criar políticas de monitoramento e implementar mudanças de acordo com as solicitações de clientes aprovadas (dentro do limite permitido)
  • Escalonamento prioritário a especialistas certificados da CenturyLink
  • Fornecer acesso seguro de rede para a gestão da CTL
  • Criar e atualizar políticas de implementação
  • Resolver problemas de desempenho de aplicativos e interrupções
  • Suportados se as tecnologias rodando forem suportadas pelo ambiente do provedor (Azure, AWS, CenturyLink Private Cloud em VMware Cloud Foundation, CLC)
  • Monitorar em busca de atualizações aplicáveis ao OS suportado e softwares pré-instalados com OS suportados
  • Identificar e remediar problemas com aplicativos e cargas de trabalho
  • Implementar aplicativos no Catálogo aplicável ou já modelados no ALM sob demanda (Scripts e Application Box existentes)
  • Executar mudanças para a criação, atualização ou eliminação de serviços e aplicativos conforme aprovação do Cliente
  • Notificações de futuras janelas para atualização de serviço
  • Dar suporte a janelas de manutenção definidas pelo cliente (onde isso for suportado)
  • Instalar e configurar equipamento de gestão e scripts para atualizações, segurança, monitoramento, DR/backup, etc. (veja atualizações (patching) na seção de Funções acima)
  • Fornecer respostas, resolução e análise de causa raiz de incidentes
  • Investigar alarmes específicos para aplicativos
  • Testagem e otimização de aplicativos

Atividades de Consultoria versus Tecnologias de Consultoria acima, para Aplicativos e Bancos de Dados

  • Acesso ao Centro Global de Operações
  • Investigar alertas para a notificação de incidentes
  • Melhores práticas gerais e melhores esforços de troubleshooting
  • Notificação sobre futuras atualizações e patches (avisados pelo fornecedor), sob demanda
  • Fornecer recursos ao cliente através de artigos de conhecimento de base e recursos do fornecedor

A lista abaixo fornece exemplos de alguns pedidos de Clientes que exigiriam Serviços Gerenciados Avançados (sujeitos a condições e custos adicionais).

Solicitações que Requerem Atualizações aos Serviços Gerenciados Avançados (Advanced Managed Services)

  • Suporte regional somente – restrições e limitações se aplicam
  • Criar, construir e implementar novos Scripts e Application Boxes
  • Troubleshooting de problemas em aplicativos específicos do cliente
  • Desenvolver aplicativos e escrever códigos específicos para o cliente
  • Atualizar e monitorar aplicativos de middleware
  • Atualizar e monitorar aplicativos de terceiros e de clientes
  • Assinar o serviço APM de terceiros através da CenturyLink
  • Avaliação e desenho de aplicativos e infraestrutura
  • Atualizar software de desenvolvimento (.NET, PHP, Pearl, Python, Ruby)
  • Integração de aplicativos com serviços de provedores nativos de nuvem
  • Executar pedidos de mudança fora do padrão (ex. mudanças de políticas)
  • Conduzir qualquer das atividades "Gerenciadas" comparadas às tecnologias de "Consultoria"
  • Facilitar discussões profundas de arquitetura para garantir soluções que sejam projetadas para a implementação na nuvem

Veja Artigos KB para mais detalhes:
[Microsoft IIS (#cam18)](https://www.ctl.io/kb/cam18)
[Tomcat (#cam19)](https://www.ctl.io/kb/cam19)
[Apache (#cam17)](https://www.ctl.io/kb/cam17)
[Microsoft SQL (#cam165)](https://www.ctl.io/kb/cam165)

Sistemas Operacionais atualmente suportados para todos os Provedores Suportados atuais

Uma lista de Sistemas Operacionais suportados:
Tecnologias Gerenciadas Red Hat Enterprise
(RHEL 6, RHEL 7)
Windows Server 2016 Datacenter
Amazon AWS-Linux
(implementação EC2)
Windows Server 2008 R2
(Std., Enterprise, Datacenter)
Windows Server 2012 R2
(Std., Enterprise, Datacenter)
Tecnologias de Consultoria (ex.: apps) Ubuntu Centos

B. Suporte de Consultoria à Plataforma

A orientação como capacidade de consultoria é a camada de suporte de base e é automaticamente aplicada, a não ser que o Cliente designe Managed Services Anywhere para cada conta de Provedor Suportado. Esta camada de suporte permite à CenturyLink liderar todas as responsabilidades de suporte ao Azure e AWS (quando forem utilizados em um cenário Brownfield ou Greenfield), assim como ao Application Lifecycle Management.

As seguintes características, descritas em mais detalhes abaixo, estão disponíveis para consumo (algumas podem incluir custos adicionais). Veja abaixo a seção Descrição de Características para mais detalhes.

  • Application Lifecycle Management – custo adicional por utilização (veja Precificação)
  • Cloud Optimization & Analytics – (quando estiverem sendo utilizados em um cenário Brownfield ou Greenfield)
  • Gestão de Contas Técnicas
  • Faturamento consolidado para Azure e AWS (quando estiverem sendo utilizados em um cenário Brownfield ou Greenfield)
  • Para Buy-Your-Own-Cloud (BYOC) para AWS ou Azure, a utilização e o suporte de consultoria é limitado ao Application Lifecycle Management

Características Padrão do Cloud Application Manager Incluídas com o Suporte de Consultoria à Plataforma

As seguintes características estão disponíveis no Suporte de Consultoria à Plataforma:

  • Application Lifecycle Management — Todos os serviços e funcionalidades da plataforma de orquestração do Cloud Application Manager são passíveis de receber suporte. Isso inclui a modelagem de aplicativos em caixas (templates), políticas de implementação, linguagem de script e integração com processos e ferramentas de desenvolvimento. Esta funcionalidade existe nas versões Cloud e Datacenter e é coberta na camada de Suporte de Consultoria à Plataforma. No âmbito do Suporte de Consultoria à Plataforma, a CenturyLink não realiza ou executa qualquer tarefa em nome do Cliente.
  • AWS — Excluindo BYOC, todas as características e serviços nativos estão disponíveis somente para suporte de consultoria e não são passíveis de qualquer configuração ou customização prática. Os clientes podem contatar o Centro de Operações Global para um suporte do tipo break/fix (quebra/conserta) e serviços similares comparáveis àqueles do Suporte Corporativo do AWS. CloudWatch e outros serviços de monitoramento nativos do AWS podem ser consumidos, suportados e visualizados através do Watcher, no Cloud Application Manager. No entanto, o Suporte de Consultoria à Plataforma não inclui mudanças práticas, gestão de incidentes e remediação proativa baseada em alertas. Caso sejam necessários escalonamentos, a CenturyLink tem a capacidade de tratar diretamente com o AWS para mais orientações de suporte.
  • Microsoft Azure — Excluindo BYOC, todas as características e serviços nativos do provedor estão disponíveis somente para suporte de consultoria e não são passíveis de qualquer configuração ou customização prática. Os clientes podem contatar o Centro de Operações Global para um suporte do tipo break/fix (quebra/conserta) e serviços similares comparáveis àqueles do Suporte Microsoft Premier. O Azure Operational Insights e outros serviços de monitoramento nativos do Azure podem ser consumidos, suportados e visualizados via Watcher. No entanto, o Suporte de Consultoria à Plataforma não inclui mudanças práticas, gestão de incidentes e remediação proativa baseada em alertas. Caso sejam necessários escalonamentos, a CenturyLink tem a capacidade de tratar diretamente com a Microsoft para mais orientações de suporte.
  • Cloud Optimization & Analytics — Exceto para BYOC, os Cientes podem utilizar o módulo Optimization & Analytics da CenturyLink.

C. Características Padrão do Cloud Application Manager

A tabela abaixo descreve as características padrão do Cloud Application Manager, independentemente da camada de suporte.

Plataforma Central Os usuários podem se integrar a seus sistemas de Autenticação existentes, com os seguintes protocolos de autenticação:
  • Autenticação Google
  • Autenticação GitHub
  • SAML
  • LDAP
  • ID de Usuário e Senha
Uma vez logado no Cloud Application Manager, os usuários podem navegar ininterruptamente entre os sites dos portais de Application Lifecycle Management, Cloud Optimization and Analytics, Monitoramento e Ticketing, utilizando uma autenticação única (single sign-on). Os usuários de Cloud Application Manager podem acessar a funcionalidade completa através da API, assim como da Interface de Usuário em cam.ctl.io. Os usuários podem criar um token de autenticação permanente ou de curto prazo que possa ser utilizado para efetuar chamadas API.
Application Lifecycle Management (ALM) O ALM fornece uma plataforma de orquestração para que os usuários implementem e administrem múltiplos ambientes em plataformas de nuvem pública e privada. Este modulo permite a modelagem de infraestrutura e aplicativos no Cloud Application Manager uma única vez, e distribuição a qualquer um dos ambientes suportados. Os usuários podem escolher modelar seus aplicativos de maneira agnóstica a nuvens ou utilizar um dos templates nativos de modelagem do provedor de nuvem, como AWS Cloud Formation Template ou Azure Resource Manager template. Uma vez que os aplicativos tenham sido implementados utilizando os templates, os usuários podem administrar o ciclo de vida do aplicativo, autodimensionar a infraestrutura, atualizar/fazer patches de seus aplicativos sem interrupções e replicá-los através dos ambientes.
O Application Lifecycle Management tem também um plugin de Integração Contínua e Implementação Contínua (CI/CD) que pode ser configurado para evocar políticas do Cloud Application Manager e atualizar seus aplicativos e infraestrutura residindo nas plataformas subjacentes de provedores, a cada código lançado. Os clientes podem optar por usar esta funcionalidade mesmo sem precisar passar a fatura pelo Cloud Application Manager.
Autodescoberta
A característica de Autodescoberta para as instâncias rodando em provedor(es) de infraestrutura AWS, Azure e CenturyLink Cloud permite a visibilidade dos recursos que já estavam rodando anteriormente. Uma vez configurado um provedor, o Cloud Application Manager descobre todas as instâncias da máquina virtual naquele ambiente e as lista para o usuário. Naquele momento, uma instância de máquina virtual pode ser selecionada e importada. Os usuários registram uma instância existente para que o ciclo de vida possa ser administrado na plataforma Cloud Application Manager.
Características adicionais incluem:
  • Permite aos usuários utilizar uma autenticação única para acessar o console de administração do provedor de nuvem pública
  • Crie uma hierarquia de Organização, Centros de Custo e Áreas de Trabalho para organizar recursos para representar diversos ambientes internos, equipes e departamentos
  • Permite aos usuários modelar aplicativos usando a estrutura ALM para administrar a configuração e reutilização, e construir aplicativos agnósticos à nuvem
  • Permite aos usuários se beneficiarem de templates de orquestração do provedor de nuvem para implementar serviços nativos do provedor
  • Gestão de acesso e identidade permitem o compartilhamento de áreas de trabalho, aplicativos e infraestrutura de nuvem através de sua organização
  • Flexibilidade para implementar cargas de trabalho em todas as principais infraestruturas de nuvem para atender demandas de negócios e preferências organizacionais
  • Os Provedores Suportados estão detalhados em [KB Article #CAM213](https://www.ctl.io/kb/cam213)
Cloud Optimization & Analytics
exclusivamente para AWS e Azure
Cloud Optimization & Analytics fornece as seguintes características:
Verificações de Melhores Práticas incluem mais de 350 verificações automatizadas avaliadas em contas de provedores AWS e Azure:
  • Economia de Custos
  • Utilização de Segurança
  • Potenciais Economias Mensais, Recursos Inativos e Recursos Não Utilizados
  • Relatórios de Mudanças de Monitoramento que listam todas as mudanças conduzidas pela conta do Provedor
  • Relatórios de Usuário IAM Admin

Tanto para o Suporte de Consultoria à Plataforma como para o Managed Services Anywhere, a CenturyLink fornece faturamento consolidado, otimização de custos, analíticas de gastos, estornos e recomendações de melhores práticas. Certas restrições e limitações são aplicáveis.
Revenda Autorizada de AWS e Azure Os usuários podem configurar novas contas AWS e Azure ou transferir suas contas AWS e Azure atuais ao Cloud Application Manager da CenturyLink. Há três opções distintas:
  • Usar uma conta de cliente existente
  • Migrar a conta à CenturyLink para obter faturamento consolidado e suporte (designando o Suporte de Consultoria à Plataforma ou Managed Services Anywhere)
  • "Criar uma nova conta para faturamento consolidado e Suporte à Plataforma"

A revenda autorizada requer termos e condições adicionais como uma condição anterior para que ocorra o processo de configuração do "provedor"
Todas as contas AWS e Azure devem estar completamente fortalecidas/protegidas pelas diretrizes da CenturyLink (veja a seção Permissões e Política de Fortalecimento)
Gerente de Contas Técnicas Tanto o Suporte de Consultoria à Plataforma quanto o Managed Services Anywhere fornecem aos clientes um Gerente de Contas Técnicas designado (não dedicado). Isso consiste de um grupo de trabalho funcional, constituído de especialistas técnicos e agentes de governança do programa, designado a uma conta de cliente. Os Gerentes de Contas Técnicas dão suporte a consultas relativas aos serviços Application Lifecycle Management, Cloud Optimization & Analytics, AWS e Azure. As responsabilidades da Gestão de Contas Técnicas consistem de fornecer planos proativos para a entrega de serviços baseados nas estratégias do cliente, gestão de suporte à escalonamentos, responder perguntas consultivas relacionadas a qualquer uma das três capacidades centrais do Cloud Application Manager, tratar de consultas relacionadas ao faturamento e coordenar serviços mais extensos de arquitetura e design fornecidos pelos especialistas em serviços gerenciados da CenturyLink. Certas tarefas ou consultas relacionadas aos serviços de Gestão de Contas Técnicas podem requerer um upgrade aos Serviços Gerenciados Avançados (sujeitas a termos e valores adicionais).
Suporte de Consultoria à Plataforma
  • Fornece atividades de Introdução ao serviço
  • Fornece escalonamento de suporte, melhores práticas e recomendações para serviços práticos adicionais
  • Suporta orientação apenas em nível de consultoria, empregando melhores esforços
  • Compartilha e explica os relatórios de otimização
  • Fornece um TAM nomeado, mas não dedicado ou garantido (modelo de pool)
  • Não suporta qualquer monitoramento, alerta, remediação e criação/mudança de políticas
  • Certificações e credenciamentos AWS, Azure e VMware

Managed Services Anywhere
  • Facilitate patch/backup schedule and communicate upcoming changes
  • Fornece atividades de Introdução ao serviço
  • Coordene a central de serviços e a engenharia de suporte para obter ações práticas
  • Identifique otimização de custos/desempenho e atualizações com a central de serviços
  • Coordene a criação de políticas de monitoramento e atualizações com a central de serviços
  • Coordene a modificação e implementação de Script, Aplicativos e Boxes de template nativos à nuvem (já presentes no catálogo) com a central de serviços
  • Coordene a configuração de acesso de usuários e permissões com a central de serviços
  • Contribua com a análise de causa raiz, resolução e remediação de problemas - Responda a, e forneça atualizações de, pedidos de serviço

Exemplos de Atividades que Requerem Upgrades AMS
  • Atividades práticas para tecnologias de Consultoria ou ações que vão além do escopo de atividades “Gerenciadas” (central de serviços e TSE somente – coordenadas pelo TAM)
  • Desenho e arquitetura de um serviço/aplicativo
  • Criação de novos Boxes de Script e Aplicativos
  • Migração e refatoração de aplicativos
  • Desenho de infraestrutura e topologia de rede
  • Execução de implementações que ainda não tenham sido definidas e requerem desenho de arquitetura

D. Suporte Global de Operações

Todo o Suporte MSA e de Consultoria à Plataforma é fornecido pelo Centro Global de Operações da CenturyLink. Os clientes podem envolver a CenturyLink 365X24X7 por telefone, e-mail, ou abrindo um ticket conforme descrito na tabela abaixo.

Email incident@CenturyLink.com Objetivo de resposta: menos de 6 horas
Telefone Estados Unidos: 1-888-638-6771
Canadá: 1-866-296-5335
EMEA: 00800 72884743
Ásia Pacifico: +65 6768 8099
Objetivo de resposta: 1 a 5 minutos
Ticket Portal do Cloud Application Manager Objetivo de resposta: menos de 1 hora

Além dos itens mencionados acima, o Cloud Application Manager fornece um acesso fácil ao Centro Global de Operações da CenturyLink, através de links fornecidos dentro da plataforma. Uma vez logados no Cloud Application Manager, os Clientes podem iniciar o Centro de Suporte e visualizar os tickets existentes ou abrir novos tickets. Ao abrir um novo ticket, o Centro de Suporte conduzirá a navegação do usuário com base em suas seleções. O pessoal do Centro Global de Operações da CenturyLink acessará o Cloud Application Manager utilizando as credenciais mantidas pela CenturyLink para administrar os serviços do cliente, tratar de chamadas de suporte e resolver problemas.

Dentro do Cloud Application Manager, o pessoal do Centro Global de Operações da Century Link terá acesso às instâncias do Cliente nos espaços de trabalho pertencentes ao Cliente, quando a CenturyLink for autorizada pelo Cliente a ajudar a administrar cargas de trabalho, espaços de trabalho e centros de custo. Como parte da configuração inicial, todo Cliente do Cloud Application Manager está configurado para adicionar o grupo de suporte da CenturyLink como administrador, para que a CenturyLink possa fornecer suporte/serviços solicitados pelo Cliente.

Retenção de Registros (Logs). Como parte do Managed Services Anywhere e do Suporte de Consultoria à Plataforma para o Cloud Application Manager, a CenturyLink recebe e analisa os registros de Clientes conforme necessário. Os registros são administrados de acordo com as políticas do Centro Global de Operações da CenturyLink. Os detalhes da política de registros podem ser encontrados aqui.

Quando o pessoal do Centro Global de Operações da CenturyLink buscar uma instância para atividades de gerenciamento, a seguinte informação estará disponível sobre a instância:

  • Nome
  • Descrição
  • Hostname (preenchido a partir do provedor e mostrado na página de instâncias)
  • Provedor
  • Região do Provedor (disponível caso seja suportada pelo provedor)
  • Data Center do Provedor
  • ID da Instância do Provedor
  • ID da Instância do Cloud Application Manager (exibido como “ID”)
  • Endereço IP (exibido nos EndPoints)
  • Sistema Operacional (identificado como Template)

E. Faturamento

Cada uma das camadas de suporte (Managed Services Anywhere e Suporte de Consultoria à Plataforma) é faturada mensalmente com base nos gastos do Provedor Suportado e consumo dos serviços da CenturyLink. As faturas são fornecidas no 1º dia de cada mês. Quando a CenturyLink tiver propriedade sobre o relacionamento de consolidação de faturas para a AWS e Azure, haverá conciliação do mês anterior para justificar os ajustes do provedor que forem feitos após a emissão da fatura da CenturyLink no dia 1.

F. Permissões e Fortalecimento da Segurança (Hardening)

Todas as contas de Provedores Suportados que sejam identificadas como Managed Services Anywhere ou obtidas através do programa de Revenda de Valor Agregado da CenturyLink (AWS e Azure – em um cenário Greenfield ou Brownfield) devem ser configuradas com a segurança e permissões identificadas abaixo, para que o faturamento seja processado de forma precisa, como um percentual dos gastos do Provedor Suportado com serviços de suporte da CenturyLink. Abaixo estão os níveis de acesso exigidos:

  • Acesso a conta raiz é requerido para todas as contas do programa de Revenda de Valor Agregado da CenturyLink, no Cloud Application Manager (inclui contas Brownfield e Greenfield)
  • Para contas BYOC e acesso ao faturamento, os Clientes retém seu próprio acesso a contas raiz e a CenturyLink é configurada por uma política IAM somente para administração.

Acesso Operacional

De forma a completar a migração de contas existentes para a CenturyLink, o Cliente deve conceder ao pessoal de Suporte Global de Operações da CenturyLink acesso a suas assinaturas existentes, e atribuir à CenturyLink um papel de Proprietária para que os recursos possam ser transferidos. Esta é uma mudança de meta-dados e não causa qualquer inatividade nem afeta a conectividade. A equipe de Suporte Global de Operações terá permissão para revisar configurações na conta, mas não terá permissões para acrescentar, mudar ou deletar recursos. Qualquer consulta ao suporte deverá ser aberta através do Suporte Global de Operações da CenturyLink e tickets não poderão ser abertos diretamente com o provedor. O Gerente Técnico de Contas estará habilitado a facilitar solicitações e mudanças em nome do Cliente, apenas como administrador, como parte da assinatura de melhoria dos Serviços Gerenciados Avançados. A CenturyLink manterá a capacidade de efetuar mudanças à conta como mudanças de melhores práticas ou conflitos de configuração. A CenturyLink adotará todas as medidas necessárias para garantir que essa funções estejam habilitadas continuamente ou até o término do período de serviço aplicável. No momento da expiração ou término dos acordos subjacentes pelos serviços, o Cliente poderá remover essas políticas e funções. O Cliente terá o acesso a contas migradas existentes antes da migração.

Configurações de Segurança de Conta AWS

Contas de Clientes AWS totalmente protegidas, criadas ou migradas para o programa de Revenda de Valor Agregado da CenturyLink devem cumprir com as melhores práticas de segurança e permitir o acesso operacional conforme atribuído pelo AWS. Quando as contas forem criadas ou integradas, a CenturyLink deve inicialmente receber um acesso de programação das contas para habilitar a configuração relacionada à segurança e permitir o acesso de funcionários da CenturyLink que tenham as permissões adequadas. Todas as credenciais fornecidas pelo Cliente (se fizerem parte do programa de Revenda de Valor Agregado da CenturyLink) serão criptografadas. Os seguintes passos serão tomados durante a integração:

  • Confirmar ou configurar eventos e armazenamento de registros para o monitoramento de eventos de segurança
  • Criar políticas e funções IAM para o Suporte Global de Operações da CenturyLink
  • Criar políticas e funções IAM para o Application Lifecycle Management, monitoramento Watcher e Otimização e Analíticas
  • Garantir ou configurar política de senhas
  • Garantir ou habilitar o acesso MFA a contas raiz
  • Configurar Controles de Conta
  • Habilitar auditorias dessas configurações

Informações de propriedade do cliente sobre eventos de segurança serão armazenadas na conta do cliente e serão retidas durante o período aplicável do serviço.

A CenturyLink segue os requerimentos da AWS ao restringir acesso a dados de custos e gastos diretamente no portal da conta AWS. Essa informação está disponível no Cloud Application Manager e é fornecida sem custo adicional através do módulo de Otimização e Analíticas de Nuvem do Cloud Application Manager.

O seguinte é uma opção de serviço disponível a Clientes no Cloud Application Manager. Este serviço, caso habilitado, pode estar sujeito a condições e cobranças adicionais.

Recuperação de Desastres como um Serviço (DRaaS) SafeHaven

A seguinte descrição de serviço aplica-se ao SafeHaven versão 5.0. A descrição do serviço para SafeHaven versão 4.0 pode ser encontrada em [SafeHaven Disaster Recovery as a Service 4.0](https://www.ctl.io/legal/cloud-application-manager/safehaven4/).

Os componentes do sistema SafeHaven seguem a seguinte ordem de estrutura hierárquica:

  • Camada de Cluster
  • Camada de Data Center
  • Camada de Replicação de Nó SafeHaven (SRN)
  • Grupo de Proteção
  • VM/Disco Protegido

Camada de Cluster

Cada cluster SafeHaven pode atender até 64 data centers. Os data centers podem ser qualquer combinação de data centers dedicados e data centers virtuais em nuvem. Cada data center dentro do cluster pode incluir grupos de proteção ativos e instâncias de réplica de grupos de proteção remotos.

Console de SafeHaven

O console SafeHaven é um rico aplicativo de cliente Java que deve ser instalado em todos os computadores desktop ou laptop que serão usados para administração do SafeHaven. Toda a comunicação entre o console SafeHaven e o CMS é criptografada por SSL. Os administradores podem executar operações de recuperação por meio de “apontar e clicar” (“point-and-click”) em máquinas virtuais individuais, grupos de servidores e unidades de dados ou data centers inteiros. Operações de recuperação incluem:

  • Migração
  • Teste de Failover
  • Failover
  • Failback
  • Detecção e relatório automáticos de indisponibilidades do data center

Servidor Central de Gerenciamento (CMS)

Cada cluster SafeHaven inclui um único CMS ativo. O CMS é um aplicativo virtual SafeHaven que:

  • Recebe comandos do console SafeHaven e os retransmite para o SRN apropriado no Data centers apropriado
  • Monitora as pulsações (“heartbeats”) dos SRNs
  • Recebe informações de estado dos SRNs e as retransmite para o console SafeHaven

Camada Data Center

A camada data center inclui o conjunto de data centers provisionados no cluster SafeHaven. A SafeHaven classifica os data centers com base na API usada para a orquestração de operações de recuperação e reconhece os quatro tipos de data centers a seguir:

  • Data center virtual da CenturyLink Cloud: A orquestração de DR é feita através da CenturyLink Cloud API para servidores virtuais e físicos da CenturyLink.
  • Amazon Web Services: Esse data center pode ser usado como um local de recuperação para cargas de trabalho de produção.
  • VMware nas Instalações (“VMware On Premise”): A orquestração de recuperação de desastres (Disaster Recovery, “DR”) é realizada por meio do VMware vSphere 4.0 (ou versão posterior) por meio de chamadas de API ao VMware vCenter Server.
  • Local de Produção Manual: não há orquestração via API para locais de produção manual, mas o site de DR (CLC ou AWS) é totalmente automatizado. Esse tipo de data center também pode ser usado para fornecer proteção DR para servidores físicos, hosts ESXi independentes, unidades de dados independentes, plataforma DCC-Foundation, plataforma DCC-Core e servidores virtualizados com hipervisores não VMware, como o Hyper V Generation 1.

Camada SRN

Essa camada inclui todos os SRNs provisionados no cluster SafeHaven. Cada SRN está associado a um data center controlador, conforme mostrado na hierarquia do SafeHaven. Um data center qualquer pode incluir um número arbitrário de SRNs. O applicativo virtual SRN é responsável por:

  • Provisionar e excluir grupos de proteção
  • Gerar e manter uma imagem de réplica de cada grupo de proteção em um data center remoto
  • Gerar e manter um registro de rolagem de até 2048 pontos de verificação para cada grupo de proteção
  • Enviar comandos SafeHaven do CMS para a camada de gerenciamento de nuvem e / ou plano de controle de infra-estrutura de TI
  • Transmitir um ritmo de funcionamento para outros SRNs e o CMS
  • Relatar informações sobre a situação ao CMS

Os SRNs replicam no nível do LUN transmitindo blocos atualizados para cada Grupo de Proteção para um SRN emparelhado em um data centers remoto. Embora cada grupo de proteção ativo tenha uma réplica em apenas um outro site, um SRN pode oferecer suporte a um conjunto de grupos de proteção, cada um com instâncias de réplica em data centers remotos distintos.

Requisitos adicionais de armazenamento:

  • O SRN de produção deve ser fornecido com um conjunto de armazenamento de tamanho suficiente para espelhar as VMs protegidas.
  • O SRN de recuperação deve ser fornecido com um conjunto de armazenamento de tamanho suficiente para hospedar os discos da VM protegida dentro do site de recuperação.
  • Os SRNs também devem ter armazenamento suficiente para os pontos de verificação do Grupo de Proteção. A quantidade de armazenamento alocada determina quantos pontos de verificação serão retidos no histórico do ponto de verificação.

Grupos de Proteção

Um Grupo de Proteção é um conjunto de servidores e discos rígidos agrupados pelo SafeHaven que executam failover e failback, juntos no mesmo instante e são encerrados e ativados de acordo com um plano de recuperação prescrito. Cada grupo de proteção corresponde a um conjunto distinto de servidores e discos rígidos replicados para um site remoto por um SRN controlador. Ao proteger um aplicativo de várias camadas, os administradores devem provisionar um Grupo de Proteção que inclua o conjunto de todos os servidores e discos rígidos que participam do aplicativo de várias camadas. O SafeHaven é configurado para permitir que os sistemas aplicáveis recuperem, por meio de um data center remoto, imagens de dados mutuamente consistentes, como ocorreram em instâncias específicas no tempo.

VM/Disco Protegido

Grava tráfego para cada VM protegida e o disco rígido é espelhado localmente e de forma síncrona no data center de produção para que seja gravado no armazenamento de dados principal e também em um SRN local. Para os sistemas operacionais Windows Server 2008R2 e posteriores, o agente de replicação local SafeHaven é empregado e, nos sistemas operacionais Linux, o Rsync é empregado.

Pontos de Verificação ("Checkpoints")

Os pontos de verificação SafeHaven correspondem aos instantâneos de Cópia em Gravação no Nível do LUN e são representações consistentes em bloco de um Grupo de Proteção em um instante no tempo.

Anexo A – Definições

Break/Fix (Quebra/Conserta): O Break/Fix refere-se ao método de tarifa-por-serviço de fornecer reparos de tecnologia da informação às empresas, no qual um cliente contata um provedor de serviços para efetuar um upgrade de um programa de computador, produto de software, computador ou reparar alguma coisa relacionada à computação, como uma impressora ou drive quebrado, e o provedor de TI oferece uma solução ou reparo.

Atualização Cumulativa: Um agrupamento de Hotfixes, ou atualizações de engenharia, com conserto rápido e que não tenham sofrido um teste de regressão completo pela Microsoft, mas que sejam desenhadas para resolver problemas específicos com o Servidor Microsoft SQL.

Domain Name Server (DNS) Proxy (Indicador de Sistema de Nome de Domínio): É um sistema de redes de servidores que traduzem endereços IP numéricos para endereços de Internet legíveis e hierárquicos, e vice-versa.

Hardened OS (Sistema Operacional “Fortalecido”): Um Hardened OS significa que todos os serviços não essenciais e os testes de atualização empacotados em um sistema operacional padrão estão desabilitados e a funcionalidade foi confirmada.

Hotfix: Um hotfix, ou atualização de engenharia com conserto rápido, é um pacote único cumulativo que inclui informações utilizadas para abordar um problema em um produto de software.

Hypertext Transfer Protocol (HTTP) Proxy (Indicador de Protocolo de Transferência de Hipertexto): Fornece acesso de portas à Internet.

Major Release (Versão Maior): Major Releases (X.y.z) são veículos para entregar desenvolvimentos de características importantes e menores, e o aprimoramentos de características existentes. Eles incorporam todos as correções de erros aplicáveis feitas em Versões Maiores, Versões Menores e Versões de Patches anteriores. O Provedor de Software normalmente tem uma Versão Maior por ano.

Minor Release (Versão Menor): Minor Releases (x.Y.z) são veículos para entregar desenvolvimentos de características menores, aprimoramentos de características existentes e correção de defeitos. Eles incorporam todos as correções de erros aplicáveis feitas em Versões Menores e Versões de Patches anteriores.

Network Time Protocol (NTP) Service (Serviço de Protocolo de Tempo para Redes): Sincroniza todos os horários de servidores em um horário de sistema comum.M

Patch Release (Versão de Atualização): Patch Releases (x.y.Z) são veículos para entregar consertos de segurança, desenvolvimentos de características, aprimoramentos de características existentes e correção de defeitos. Eles incorporam todas as correções de erros aplicáveis feitas em Patch Releases anteriores.

Custom Patch Requirements (Requisitos de Atualizações Customizadas): Seleção do cliente por patches específicos versus aceitar todos os patches recomendados; relatórios customizados para atender requisitos regulatórios versus relatórios padrão; agendas de atualizações variáveis versus Janelas de Manutenção definidas (ver Definições) e suporte para a manutenção de múltiplos níveis de patches versus a aplicação de todos os patches (i.e, patches aplicados diferem, com base em Ambientes de Produção ou Não Produção).

Data Center: As instalações nas quais os Sistemas estão localizados.

Sistemas: O equipamento de computação e o software aprovados pela CenturyLink e utilizados pelo cliente, relativos ao fornecimento do Serviço pela CenturyLink.